topbella

domingo, 13 de dezembro de 2009

2010...


Em 2009 eu experimentei a alegria de um bom dia de carnaval. Em 2010 eu quero experimentar novas alegrias. Em 2009 eu aprendi a planejar melhor o tempo. Em 2010 quero aprender a me planejar melhor.
Em 2009 eu chorei de dor física. Em 2010 quero chorar de emoção. Em 2009 eu revelei pra alguns um segredo. Em 2010 quero revelar um pouco mais meus sentimentos.
Em 2009 eu conheci alguns amigos. Em 2010 quero conhecer os que ainda faltam. Em 2009 eu venci um jogo. Em 20010 quero vencer minha acomodação.
Em 2009 eu perdi alguns quilos. Em 2010 quero perder a preguiça. Em 2009 eu comprei um pc novo. Em 2010 quero comprar tudo que sentir vontade.
Em 2009 eu abracei o passado. Em 2010 quero abraçar o inédito. Em 2009 eu escrevi bem pouco. Em 2010 quero escrever bem mais.
Em 2009 eu brindei a paixão de familiares e amigos. Em 2010 quero brindar a uma paixão que seja minha. Em 2009 eu optei pelo rosa, em 2010 quero optar por novas cores algumas vezes.
Em 2009 eu me senti abandonada. Em 2010 quero me sentir esperada, desejada. Em 2009 eu reencontrei uma grande amiga. Em 2010 quero reencontrar o mundo acadêmico.
Em 2009 eu apaguei algumas ofensas. Em 2010 quero apagar a minha capacidade de ofender sem querer. Em 2009 eu ensinei letras e números, em 2010 quero ensinar mais da vida.
Em 2009 eu 2009 eu descobri que posso lidar com crianças. Em 2010 quero descobrir um jeito de lidar melhor comigo mesma. Em 2009 eu me encontrei com o luto, em 2010 quero me encontrar com o novo.
Em 2009 eu me despedi do meu companheiro canino. Em 2010 quero me despedir do vazio que ficou sem ele. Em 2009 eu acordei meu instinto materno, mesmo não sendo mãe. Em 2010 quero acordar meu coração.
Em 2009 me surpreendi recebendo um apoio inesperado. Em 2010 quero surpreender outras pessoas, as apoiando quando precisarem.
Em 2009 eu vivi bem menos do que poderia ter vivido. Em 2010 quero viver bem mais do que eu acredito que posso viver.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

2009


Talvez seja um pouco cedo, mas como todo fim de ano envolve correrias e ocupações, resolvi já falar sobre o ano que se passou.
Não, não vou citar nomes de forma direta, até porque nem seria preciso. Relembro aqui apenas as sensações e sentimentos que se eternizaram em mim. Não que não possam ser superados, melhorados, mas sim que marcaram esse ano de tal forma, que jamais serão por mim, totalmente esquecidos...
Coisas boas e ruins, que saem diretamente do meu 2009 para seguir comigo pela vida inteira...
Eternizaram-se em mim:
* A sensação de recomeço. Recomeço de verdade sem pé e coração no passado.
*O desespero diante do novo, associado ao peso da responsabilidade sob o futuro de alguém.
*O alívio do dever cumprido diante da superação de alguém que contou com sua ajuda.
* A falta do colo da mãe ao se sentir ameaçada.
* A dor da despedida eterna daquele grande companheiro, que mesmo com quatro patas, cuidava de mim.
* A surpresa de uma declaração inesperada que acabou em nada...
*A magia de transformar virtual em real.
*A decepção de não ser compreendida por quem eu mais tentei compreender.
* As risadas depois de mal-entendidos que a vida, junto a algumas ferramentas promove.
*A cumplicidade num primeiro encontro de olhares onde se podia ouvir " sim sou eu. sim é você, somos nós. Os mesmos de sempre".
*O gosto amargo do engano.
* O ferver da ira.
* A sensação de estar desprotegida e desnuda quando colocada pela parede.
* A dor aguda de uma doença, capaz de me fazer desejar a morte.
* O sabor da comida caseira da vovó, depois de dias sem poder comer. rs
* A sensação de acolhimento e proteção por braços ainda não tocados.
* O afeto e carinho expresso num beijo na testa, suficiente pra me responder tantas coisas.
* A sensação de abandono e desprezo em meio a uma pequena multidão.
* O arrependimentos de falas que jamais deveriam ser ditas.
* O peso do fracasso.
* A dúvida diante da real existência deste fracasso.
*A solidão diante da mudança de pensamentos e ambições.
* O aconchego do lar que não é meu, mas que foi cuidadosamente preparado para que eu me sentisse como se fosse.
*A dor da troca de idéias, afetos e companhias ( nem sempre trocados por mim).
* A indescritível sensação de se sentir amada, no sentido mais puro da palavra.
* A esperança sempre renovada a cada final de ano, numa tentativa insana de acreditar que o próximo será melhor. E a de ser!

Aos que por aqui passarem...




MáH... Marcele Millen

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo