topbella

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Musiquinha só pra você...



Aonde quer que eu vá


Olhos fechados pra te encontrar

Não estou ao seu lado

Mas posso sonhar

Aonde quer que eu vá

Levo você no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá


Não sei bem certo

Se é só ilusão

Se é você já perto

Se é intuição

Aonde quer que eu vá

Levo você no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá


Refrão:Longe daqui

Longe de tudo

Os sonhos vão te buscar

Volta pra mim

Vem pro meu mundo

Eu sempre vou te esperar


Não sei bem certo

Se é só ilusão

Se é você já perto

Se é intuição

domingo, 17 de junho de 2007

Os dias que passaram mudaram minha vida.
O pôr-do-sol não teve dourado, as estrelas não foram cadentes, os sorrisos não foram tão grandes.
Os êxtases que me tonteiam ficaram maiores
E a embriagues veio do frio.
Até tentei segurar nas mãos da esperança
numa tentativa absurda de impedi-la
mas ela se foi...
Olhou nos meus olhos, pareceu prometer voltar naquele silencio ensurdecedor que fazia...
Mas ela se foi
Algumas belas palavras ficaram perdidas no ar depois de serem pronunciadas
Os abraços porém foram sentidos sem nem ao menos fazerem menções de acontecerem.
“Aceite certas verdades inescapáveis”
Aceite. Aceite.
A aceitação não veio...
A alma desvelou-se um pouco...talvez até numa sensualidade por muito incompreendida
O corpo apenas adormeceu...apenas tonteou-se no êxtase que cresceu...
e embriagou-se no frio que fazia por esses últimos dias.
Os dias passaram...e não voltarão jamais.

sábado, 2 de junho de 2007

Lua Azul...


Lua azul

O dia nasceu frio e chuvoso como qualquer da de fim de maio. Ligo “a TV: ” Noite com fenômeno da Lua Azul”é tudo o que consigo escutar antes da balbúrdia que invade meu quarto.
Lua Azul...terá esta lua influencia sobre um cotidiano monótono de juventude?
O sol se esforça para aparecer, e um calorzinho brota do espaço vago entre as nuvens. O telefone toca e ouço uma proposta assustadora: despir minha alma no intuito de resolver questões pendentes.
Aceito, desnudo-me. Transbordo todo sentimento de amor, admiração e desconfiança de uma só vez, frente a recém velhos amigos.
Volto para o refugio e o afago de casa. Encontro um sorriso nostálgico no caminho. Volto a me perguntar se existiria um futuro, ou se ao menos houve um presente real e intenso como julgava existir.
Novamente toca o telefone. Ouço um amor companheiro, presente, amigo e fiel : To feliz porque você está feliz hoje”. Sinto-me amada.
Distraída num mundo irreal e misterioso, surpreendo-me com um segundo de palavras...ou, palavras ditas em apenas um segundo.
Palavras...apenas palavras.
Respondo sozinha a todas as indagações passada. Digo não a mim mesma, tentando driblar a incerteza existente.Fecho os olhos e.imagino se tudo foi mesmo influencia
da lua azul
.

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo