topbella

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Irritada, eu?


Ando sumida do blog... época de monografia é assim, pelo menos é o que me dizem...rs

Bem, embora tenho muito o que dizer não o farei. Sei que se começar a falar, vou me empolgar, vou fantasiar e depois se nada for parecido com o que eu imaginei eu vou sofrer. Tem dias que eu preciso de certezas, de coisas concretas... estou num desses dias hoje.

Então hoje vou responder um memê que minha amiga me mandou... não vou repassar pra ninguém... até porque nem todo mundo gosta de realiza-los, então... lá vai. É um memê bem simples, eu diria...


A questão é " Diga 5 coisas que te irrita"

Fácil, fácil... minha mãee diz que eu vivo irritada e de cara "amarrada"... não acho que seja assim, só acho que guardo meus sorrisos para momentos em que eu não consiga esconde-los. Dentre as coisas que mais me irritam ultimamente, destaco:

1- Ficar sem internet... Odeio ficar sem internet. Perco o contato com meu mundo, com meus companheiros, comigo mesma. Acho até que criei um vínculo anormal com o computador, sei lá... é só ficar sem internet que pronto, acaba-se meu dia.

2- Me irrito muito com preconceito. Não acho graça em piadinhas pejorativas, quanto mais em comentários maldosos e preconceituosos sobre quem não faz parte do padrão escolhido por uma minoria para ser o ideal. Tenho vontade de pular em cima, como uma leoa faz.

3--Falta de educação e de respeito com os outros... E não digo isso só em casos extremos de bate boca não... detesto quem chega na aula atrasado e para a aula pra contar uma história longa- e inventada-sobre o que aconteceu.

4- Nunca, jamais me deixe esperando. Se for se atrasar avise, ou vai me encontrar com um mau humor terrível e com poucas palavras monossílabas para conversas.

5- Nunca minta pra mim se não pode sustentar essa mentira por muito tempo.



Vou ficando por aqui, pelo menos por enquanto. Mas tenho certeza absoluta, certeza vinda do 6º sentido que domingo eu estarei aqui. Algo me diz que vou ter muito, muito o que escrever. Então... é torcer pra ter só coisas boas!


terça-feira, 22 de abril de 2008

(Re) Estréia


Sinto-me em dia de estréia.
Eu, logo eu que pensava estar calejada em coisas do coração. Eu, logo eu, me vê via incapaz de amar - ou gostar- novamente, tendo a mais absoluta certeza do sofrimento eterno, idêntico aos das novelas mexicanas.
Pois bem... aqui estou, em dia de estréia.
Estréio – ou reestréio talvez – hoje meu melhor sorriso. Estréio hoje meu melhor beijo, meu melhor chamego. Estou confusa confesso e não tenho a mínima idéia de como prosseguir.
Estréio eufórica, nervosa, ansiosa. Crio um milhão de borboletas que voam da barriga ao peito. Borboletas essas que há muito dormiam e eu as julgava mortas.
Há tempos meu mundo havia caído e eu havia perdido aquele que era minhas pernas. Tola que fui, pois na mesma semana alguém tentava me mostrar que as tais pernas eram desnecessárias já que eu podia criar minhas asas. E de pena em pena essas asas cresceram em mim.
Agora é hora de estréiá-las. Confesso ter medo da queda, confesso as vezes sentir falta do chão. Mas um “anjo” me mostrou minhas asas...e me mostrou que elas eram minhas, não dele.
E é com essas asas que estréio, sabendo que estou suscetível a queda. É com essas asas que estréio rumo ao novo céu, bem mais azul ao que me parece. É com essas asas que a partir de agora eu começo a voar...




sábado, 19 de abril de 2008

Desafio II

Rssss.... estou cheia de desafios..
Bem, esse desafio foi lançado pela amiga Elcia Belluci que participa de um monte de blogs no qual eu destaco o Suave Toque(http://suavetoque.blogspot.com/). Pois bem...lá vou eu. Primeiro vou responder o desafio, depois eu lanço pros outros blogs que eu escolher...

♥Porque razão criei esse blog e qual a razão de te-lo mantido até agora?

Sinceramente nem eu sei bem o porquê... rss
Sempre tive agendas e diários, mas andei afastada do meu mundinho escrito. Daí pensei em fazer um blog bem disfarçado para que ninguém descobrisse quem eu era e lançar minhas palavras por aí, pois, sem alarde ele nem seria notado.
O tempo passou e eu fui me desnudando, me revelando... algumas pessoas me descobriram virtualmente e eu fui ficando.
Hoje mantenho-0 como terapia. E até como amigo, já que ele me acompanha a mais de um ano acho. E também o mantenho pela simples razão de não conseguir deletá-lo. Sabe aquelas pessoas que não conseguem se desfazer na roupa preferida, das agendas antigas e até do frasco de perfume que já está vazio...pois bem, sou eu. Sou avessa a mudanças fazer o quê... o negócio é me tratar... até lá fico guardando minhas coisinhas e ponto final.
O bom é que conheci muita gente parecida comigo, muita gente experiente, muita gente inexperiente... enfim... fiz contatos maravilhosos. E isso me deixa feliz!

♥O que procuro no blog do minha amiga Suave Toque que me deixou esta batata quente nas mãos?

A Elcia parece comigo. Escreve o que sente sem se importar com regras e formatações.
Adoro ler seus textos porque além de reais agente percebe o sentimento nele presente.
E claro...venho aqui porque amo poesia!
Também encontrei na Elcia uma pessoa maravilhosa e carinhosa que sempre me trata bem e não se esquece de mim, rss... está sempre presente com suas borboletas.
Como vocês já devem ter reparado falo mais da pessoa do que do blog né? Mas é por que sinto isso... sinto a presença da Elcia junto com as borboletas e palavras do blog. Não dá pra separar. Lá é tudo verdadeiro. E eu gosto!

Agora é a hora de desafiar alguns companheiros de escrita...
Mas antes vamos as regras...

♥As que regem todos os outros desafios, seguindo a regra de bem viver na blogoesfera;Responder ao desafio e passá-lo a outros bloguistas num número entre 7 e 9, dizendo porque os seguem;Enviar selo do desafio; (não faço a mínima ideia de que selo se trata), por isso também não o vou passar)Matar a curiosidade e dizerem o que procuram no blog que vos passou o desafio.
Meus escolhidos são....

http://lizfalandodetudo.blogspot.com/
http://biiahsiita.blogspot.com/
http://henriquem.blogspot.com/
http://momentosnossos.zip.net/
http://bananaacida.blogspot.com/
http://vivercomsimplicidade.blogspot.com/
http://fernananda55.blogspot.com/

Espero que realizem o desafio...
Bjinhusss a todos e até!

domingo, 13 de abril de 2008

Oba, Oba!!!! Desafios e presentinhos...


Oba, oba.... tava meio sem inspiração pra postar aqui, sem saber do que falar... até que dois anjinhos iluminaram o meu caminho! rsss
Primeiro, vou começar pelo desafio que recebi!
E que ao final vou deixar para alguns amigos tambén..hehe
Vamos lá... Desafio do Mário... Responder coisas sobre mim....

♥Eu: menina, mulher, calada, falante... sou mil Marceles em uma só. Mil Marceles aprendendo a viver...
♥Qualidade: companherismo;
♥Defeito: Sou teimosa e ingênua;
♥Gostas: De escrever, de poemas e de MPB.
♥Destestas: Mentira, traição, indiferença;
♥Não passas sem: Paixão;
♥Pessoas: Interessantes. Todas são, basta observa-las bem;
♥Família: Ainda vou construir uma.
♥Homem: Naõ entendo sua linguagem e as vezes me irrito com sua praticidade;
♥Mulher: sensível demais, as vezes;
♥Sorriso: Vale mais que palavras;
♥Perfume: Humor da Natura... aff... tantas lembranças boas...
♥Carro: Não me ligo muito em carros... me levando pra onde eu quero estar, tá valendo;
♥Paixão: Não vivo sem uma;
♥Sexo: Quando um completa o outro, em todos os sentidos;
♥Amor:Grande demais pra ser alicerçado em mentiras, orgulho.
♥Olhos: Reveladores quando olhamos fundo neles.
♥Sol: Pra quem está feliz.
♥Chuva: Dependendo do momento pode ser romantica, solitária... pode ser choro do céu.
♥Mar: Lindooooo demais!!!
♥Livro: Exelente companhia;
♥Filme: Gosto... de alguns. rs "Escritores da Liberdade" foi o último que assisti com tanto prazer!
♥Música: Brasileira... MPB nova geração então, eu amooo
♥Dinheiro: Querendo ou não, ninguém vive sem ele... no máximo sobrevive;
♥Animal: Amo muitooo, cachorro, gato... amo de paixão! Todos!Sinceridade:
♥Silêncio: Conversa com a alma;
♥Solidão: Necessária as vezes;
♥Flor: sou louca pra ganhar...
♥Sinceridade: Linda. as vezes dolorida, mas linda!
♥Sonhos: Não tenho mais... ainda.
♥Cidade: Mangaratiba (Muriqui).Um divisor de águas...
♥País: O meu! Brasil.
♥ Não vivo sem: Paixão
♥Nunca deixes de: ...viver? rss

Agora repasso o desafio.... rsss
Repassando pra 3 blogs que talvez teha nesse exercício um momento de contato maior consigo mesmo. Pessoas que mesmo distante eu aprendi a adimirar...
Lá vai...

Ok... agora é a vez da anjinha Teka...
Olha o presente lindo que eu ganhei:


Esse é o da Teka... Amei migaaa....rss
Agora é o seguinte:
Seguindo o ritual vou repassálo.. rsrss
Indico 6 blogs abaixo e espero que vocês passem por lá... acho que vocês irão adorar!
Lá vai:

http://gaivota-mareterra.blogspot.com/

http://ave-struz.blogspot.com/

http://adri-elly.blogspot.com/

http://supernadamesmo.blogspot.com/

http://suavetoque.blogspot.com/

http://butterflyfm.blogspot.com/




Prontinho, o selo é esse....Gente, não sei muito bem fazer essas coisas, então perdoem qualquer erro.. a intensão é a melhor de todas, acreditem!!!
Beijo giganteee e perdoem o "sumiço", pq eu to sem net em casa...
Até!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Sentir


Não me sinto.

Há em mim um estranho equilíbrio que me incomoda.

Não sinto no peito as emoções em ebulição

tentando se expressarem em palavras.

Não sinto na alma intensidade alguma.

Hoje sou só carne..

Entre afetos e desafetos eu resisti.

Entre abstratos e concretos,

entre hipóteses e certezas... sobrevivi.

Mas hoje não me sinto.

Nada mais triste e incomodo do que não se sentir.

O que me conforma é que meus cacos estão jogados

perdidos...

Podendo se refazer eu optei em renascer

Ainda terei a carne para sentir

ainda terei a alma, o medo

a raiva e o desejo

ainda sentirei o amor e a vida.

Mas hoje...

hoje eu ainda não me sinto.
PS: 1-Na verdade esse texto é de alguns dias atrás... e hoje sinto um enorme incomodo na alma.
Mas vai passar...
2- Agradecendo a blogueira Bruxx que teve uma paciência enorme comigo ao me ajudar a mudar o visual do blog...

terça-feira, 1 de abril de 2008

Dias antes de um dia qualquer


Quem me acompanha a algum tempo sabe o quanto eu sofri nos últimos meses e o quanto eu me recuperei. Pois bem... mas quando isso aconteceu?

Pois bem, não tenho a mínima idéia de quando e como aconteceu, mas sei que aconteceu e só.

Ontem, estava folheando meu velho e amigo caderno, no qual fico escrevendo o que vem a mente e na hora que vem afim de achar algum escrito antigo que por descuido não veio pro blog.

E achei... nem lembrava mais dele, mas aqui está. Fala exatamente desse tempo de transição e ruptura com paixões avassaladoras... rs


" Num dia qualquer ela deu adeus. Enfim um adeus tão sofrido e demorado, que muitos inclusive ela, não acreditavam que esse adeus de fato chegaria, Mas chegou.

Era noite e as boas memórias voavam da gaiola que as censuravam dando lugar àquelas outras que nada tinha de positivo para serem lembradas. Lindas memórias, pois eram tristes. Existe em toda tristeza uma beleza única, seja pela emoção, seja pela rebeldia e teimosia em existir.

Era noite e as tantas memórias-agora boas e más- dançavam como folhas de outono em ventania. Assim, sucedeu-se o adeus formal já que este tinha sido dado, já tinha se despedido em meio a códigos quase impercepitiveis.

Pouco antes ela tinha feito uma prece. Não tentou interferir no destino, apenas pediu luz para a vida daquele que um dia partiu e nunca mais foi visto. Alguns acharam que era generosidade, ela porém, sabia que era respeito pelo inegável e imutavél. Mesmo em prece, já não havia mais choro.

Dias antes, não havia comemorado sua tradição, nem a lembrou na verdade. A data parecia ter perdido o significado, ela tinha novas coisas a comemorar agora. E confessou com um sorriso maroto que não tinha lembrado de marcar data. Não sabia mais desses detalhes... sabia apenas comemorar.

Num dia qualquer o adeus chegou. Ela sabia que era a hora. Não negou que esse adeus lhe doía um pouco...não negou que ele lhe causava medo...mas constatou aquilo que pouco acreditava: o adeus já lhe era inerente e querendo ou não agora era real.

Foi então que ela teve mais fome e comeu. Teve mais necessidade de escrever e escreveu. Ouviu anunciar na TV a apresentação de uma banda que lhe era especial. Sabia que ouviria a música de sua vida, e esperou.

A música não veio. Cantou ela então, com uma voz quase calada. Sorriu. Concordou :"O pra sempre sempre acaba!" Deu o seu adeus, fechou os olhos e dormiu.

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo