topbella

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Protagonista


Nunca fui uma das pessoas mais exigentes do mundo. Sempre aceitei o papel de coadjuvante sem reclamar, feliz por pelo menos ter um lugar para ocupar. 
Depois dos meus 15 anos, nunca me senti a amiga número 1 de alguém, talvez por nunca ter realmente sido considerado uma. Pouco depois fui deixando der ser a grande paixão, o grande amor...
Não sou figurinha certa no álbum de fotografia de ninguém, não recebo o primeiro pedaço de bolo, não sou a primeira a ser convidada- as vezes até se esquecem. E mesmo assim as coisas acabavam fluindo bem.
O problema é que ando cansada. Cansada de ser lembrada nos momentos em que é preciso desabafar. Cansada de ser convidada quando ninguém mais aceita o convite.  Cansada da vida de suplente, esperando um imprevisto para ocupar o lugar. Cansada das sobras, dos bastidores e da menção honrosa.
Mais do que nunca é hora de assumir o papel principal... Então que seja eu mesma a me dar o primeiro lugar. E se todo aquele papo de que é necessário se amar primeiro e " blá blá blá" não for verdadeiro, pelo menos eu terei sentido o gostinho de ser a protagonista de uma história de amor sem medidas; Por que é sem medidas que eu vou me amar.
E que assim seja.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Uma questão de comparação





Como a maioria dos mortais não gosto de ser comparada. Gosto de ser eu e tenho esse direito. Mas existem aqueles momentos em que é inevitável comparar. E em muitas vezes são esses momentos que me mostram verdades que eu finjo não existir.
Já conheço aquele papo de que cada ser é único e que não se deve comparar. Ok, eu concordo. Mas continuo comparando, e consequentemente, enxergando.
É pela comparação que percebo onde ando falhando, onde ando pecando. É pela comparação que tenho consciência da dimensão de alguns sentimentos tanto meus como de outras pessoas. As vezes é difícil confiar nas palavras e é quando comparo atitudes que percebo o que é real.
Talvez seja esse um bom exercício. Talvez seja um grande erro.... Talvez seja mesmo uma necessidade.
E enquanto eu não descubro, vou andando e comparando, dando adeus ao que achar necessário (ou que simplesmente não me merece) , na certeza de que não importa como, andar é melhor do que ficar parado.

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo