topbella

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Poucas palavras... assim estou. Uma mulher de poucas palavras...
Não quero alar, escrever...quero sentir o luto, enterrar dignamente e "tocar em frente".
Meu mundo parou, o lá de fora não.
Sei que volto pra cá, e sei que será logo... por enquanto, vamos apenas velar o fim de um amor...

domingo, 14 de outubro de 2007

Mais uma página de vida...

Não, nada mudou. Tudo continua doendo, confuso...
suas mentiras não me fizeram mal, e talves, eu já as tenha perdoado antes mesmo de tudo acontecer.
Dói acordar e não te ver por aqui, dói lembrar de você em cada pedacinho da minha casa, dó saber que eu já previa tudo isso... dói ainda mais pensar que esquecerás a minha voz, meu sorriso.
E o que mais dói, mais dilacera, mais incomoda é saber que não há mais amor.
Sinto tua falta. Uma semana já se foi... o telefone só tocou pra você...o adeus só foi dado à mim...
Se ele virá? Já não tenho tanta certeza, por que tudo perdeu o gosto, o charme...
As palavras não me servem mais... minha peregrinação antes falada neste blog foi interrompida pela dor. Cortaram-me as pernas. As pernas de um amor que por anos libertou-me.
Amo-te querido. Amo-te ainda.

domingo, 7 de outubro de 2007

Sou a materialização da dor. Uma dor doída, sangrenta e ainda infundada para mim mesma.
A coesão pode existir, mas ainda não a enxerguei. Sinto apenas dor...a dor do amor que se quebrou, se desatou, se separou.
Que o tempo cicratiza eu sei, mas não quero esperar o tempo, não quero que cure. O tempo trapaceou quando trouxe à mim o certo na hora errada, quando as prioridades se distanciaram.
Existe mesmo intuição feminina, existe mesmo "ares que falam",mas eu não me preparei. Não acreditei que poderia estar certa...e a dor veio me visitar, me beijar, me calar.
Realmente é hora do adeus as rosas brancas, as goiabas...
Adeus as areias brancas e finas...
Adeus ao telefonema surpresa, aos emails milimétricamentes pensados e executados.
E o que mais dói, dar adeus à tantos planos, tantos sonhos...dar adeus a "girafinha" da minha casa, da divisão e complementação de uma vida..
É hora do adeus, mas ainda não consigo o fazer...em dias o farei. Firme. Certeira. O adeus será tão verdadeiro como a dor de agora.
Mas ele virá...

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo