topbella

domingo, 7 de outubro de 2007

Sou a materialização da dor. Uma dor doída, sangrenta e ainda infundada para mim mesma.
A coesão pode existir, mas ainda não a enxerguei. Sinto apenas dor...a dor do amor que se quebrou, se desatou, se separou.
Que o tempo cicratiza eu sei, mas não quero esperar o tempo, não quero que cure. O tempo trapaceou quando trouxe à mim o certo na hora errada, quando as prioridades se distanciaram.
Existe mesmo intuição feminina, existe mesmo "ares que falam",mas eu não me preparei. Não acreditei que poderia estar certa...e a dor veio me visitar, me beijar, me calar.
Realmente é hora do adeus as rosas brancas, as goiabas...
Adeus as areias brancas e finas...
Adeus ao telefonema surpresa, aos emails milimétricamentes pensados e executados.
E o que mais dói, dar adeus à tantos planos, tantos sonhos...dar adeus a "girafinha" da minha casa, da divisão e complementação de uma vida..
É hora do adeus, mas ainda não consigo o fazer...em dias o farei. Firme. Certeira. O adeus será tão verdadeiro como a dor de agora.
Mas ele virá...

0 comentários:

About Me

Minha foto
♥MáH♥
Alguém aprendendo a lidar com emoções, sentimentos...alguém aprendendo a viver.
Visualizar meu perfil completo